quarta-feira, 17 de março de 2010

Por uma resposta.

Oi.
Começo a imaginar que escrevo e falo comigo mesmo. Por que você não me responde mais as mensagens, os telefonemas, os e-mails? Talvez eu tenha errado o endereço, o número. Mas acho que não. Não erraria por muitas vezes. É você quem não atende e não responde. De fato, não consigo entender o porquê do teu silêncio, da tua distância. Mas é que eu não gosto de desse lance de subentendido, de deixar no ar. Muito mistério... Se, pelo menos, me dissesse algo...qualquer coisa. Eu vou ficar esperando. Calado.
Um beijo.

Um comentário:

  1. As vezes é melhor ficar sem resposta ou o silêncio é uma resposta.

    ResponderExcluir